www.escoladebicicleta.com.br
capítulo 16. a Bicicleta - Geometria e medidas das peças da bicicleta
Rodagem do pneu
Regras básicas: Qualquer que seja a rodagem da bicicleta, quanto mais leve a roda melhor.
Diminuir peso custa caro, mas até um determinado ponto vale a pena.
 
Quanto maior o diâmetro da roda:
 
  • mais fácil passar por um obstáculo
     
  • absorve melhor os impactos
     
  • estrutura mais frágil
     
  • mais lenta nas mudanças de direção
     
  • pesa mais
     
  • acelera com menos rapidez
     
    Quanto menor o diâmetro da roda:
     
  • mais dificuldade para passar obstáculos
     
  • absorve pior os impactos
     
  • estrutura mais forte
     
  • mais rápida nas mudanças de direção
     
  • acelera com mais rapidez
     
    Medidas nominais mais comuns de rodas de bicicletas:
     
    20 polegadas (20") utilizadas nas BMX, infantis, dobráveis etc
     
    24 polegadas (24") utilizadas nas bicicletas para adolescentes
     
    26 polegadas (26") utilizadas na maioria das Mountain Bikes e são as mais comuns no mercado de bicicletas brasileiras para adultos. A medida é tirada exatamente como na foto acima. Com um pneu 2.0 (altura do pneu) a medida 26" é exata.
     
    29 polegadas (29") utilizadas atualmente em algumas Mountain bikes
     
    700C utilizadas na maioria das bicicletas de corrida (speed), nas híbridas e estradeiras
     
  • Guidão
    Guidão muito largo, maior que a largura dos ombros do ciclista:
  • Aumentam a área da superfície frontal do ciclista e leva à perda de vantagem aerodinâmica
  • Pode provocar dores nos ombros e/ou pescoço em passeios mais longos ou corridas
  • Contrariamente a crença comum, guidão muito largo não resulta em mais entrada de oxigênio
  • Guidão largo muitas vezes leva à uma pilotagem mais nervosa que um guidão curto e consequentemente, à perda de conforto.
     
    Quanto a altura do guidão: A correta posição aerodinâmica e a posição confortável do tronco nem sempre andam lado a lado. A disciplina em que o ciclista está engajado e a velocidade que ele desenvolve decidirá sua posição correspondente.
     
  • Mountain Bike profissional em provas de resistência: Guidão reto (mais leve)
  • Mountain Bike profissional em provas 4x ou Down Hill: Guidão curvo e mais resistente (mais pesado)
  • Mountain Bike Cross Country: Guidão curvo e menos resistente (mais leve)
  • Bicicletas de lazer: Guidão curvo mais ou menos alto, conforme o modelo da bicicleta
  • Bicicletas de corrida (speed): Guidão curvo para baixo
     
    Existem vários tipos de guidões, específicos para cada modalidade de esporte ou lazer:
     
  • Mesa ou Avanço
    As diferentes medidas de comprimento e ângulo de mesas existentes no mercado permitem "afinar" o ajuste do ciclista na bicicleta. Por exemplo, uma mesa mais longa, com ângulo próximo a 0º projeta o corpo do ciclista mais à frente e mais para baixo, melhorando a aerodinâmica. Uma mesa mais curta, com ângulo em torno de 30º permite o uso da bicicleta com o tronco mais ereto.
    A medida da mesa é feita do centro do diâmetro onde se encaixa o guidão (a) até o centro do diâmetro onde se encaixa o garfo da bicicleta (b).
     
    Selim
    Há uma forma de selim para cada corpo. Não é o formato do selim que dá mais conforto, mas como ele acomoda os ísquios e a musculatura das nádegas.
     
  • Homens e mulheres têm ossatura de bacia e nádegas diferentes, portanto precisam selins específicos. Isto não descarta que um selim masculino não funcione bem para uma mulher ou vice versa.
     
  • Experimente vários selins diferentes antes de optar pelo seu. Não há uma fórmula para chegar ao formato correto do selim a não ser por tentativa. Não descarte experimentar qualquer selim, mesmo aquele que é fino e parece desconfortável. As aparências enganam.
     
  • Selins mais largos são mais apropriados para pequenos percursos e pouco tempo de pedal, mas são desconfortáveis para um pedalar mais agressivo e muito tempo sobre a bicicleta.
     
    Formato do selim:
    O tipo de uso e o tempo que o ciclista fica sentado no selim determinam o formato deste.
    É importante que o desenho da parte de cima do selim dê apoio mais para os ísquios, o que evita problemas de pressão e conseqüente dormência na genitália.
    É conveniente haver um sistema de amortecimento de impactos como espuma, gel, elastômeros, molas ou outros. Profissionais usam selim duro essencialmente porque estes são mais leves.
     
    Tipo de selim e uso:
  • selim largo: uso urbano - distâncias curtas; pouco tempo sentado; ruas pavimentadas
  • selim muito largo: mulheres, gordos, bacia larga; distâncias curtas; pouco tempo sentado
  • selim médio: médias distâncias, mulheres, bacia larga
  • selim fino: condução esportiva
     
    Amortecimento do selim:
  • espuma: amortecimento básico, apropriado para esporte porque mantém boa sensibilidade das reações da bicicleta e é leve
     
  • gel: bom para iniciantes; podem ser muito moles e gelatinosos o que rouba a sensibilidade das reações da bicicleta
     
  • molas: podem emprestar muito conforto, mas o ciclista fica meio solto no ar, sambando sobre o selim; é pesado
     
  • elastômeros: suavizam impactos sem roubar muito da sensibilidade; é bem mais leve que mola
     
  • estrutura deformante: oferece pequena diferença, mas ajuda bem; é leve
     
  • outros: há vários outros sistemas de absorção de choques, mas os bons costumam ser muito caros.
    Mas, não se engane: não existe milagre!
     
  • Pedivela
    O comprimento da pedivela é mensurado a partir do centro do local de encaixe do eixo do pedal até o centro do eixo do movimento central da bicicleta.
     
    Existem no mercado pedivelas de várias medidas. A escolha da pedivela correta dependerá do comprimento da perna do ciclista e da modalidade de esporte envolvido:
     
  • Nas pedivelas para ciclismo (speed) as medidas encontradas são: 165, 167.5, 170, 172.5, 175, 177.5 ou 180 mm
  • Na maioria das Mountain Bikes as medidas são 170 ou 175 mm
     
    Sugerimos a seguinte tabela básica para a escolha da pedivela mais adequada, lembrando que a melhor escolha será sempre a busca de ajuda profissional:
     
  • medida do cavalo (entre pernas)
     
    centímetros (cm)
    menor que 74
    74 a 81
    82 a 86
    maior que 86
    Pedivela de corrida (speed)
     
    milímetros (mm)
    165 ou 167,5
    170
    172,2
    175
    Pedivela de Mountain Bike
     
    milímetros (mm)
    170
    175
    175
    180
    página de entrada mapa do site contato vg.webmaster
    Escola de Bicicleta - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta página sem prévia autorização. Política do Site »