www.escoladebicicleta.com.br
capítulo 17. Que bicicleta comprar - Noções básicas antes da compra

 
Quando pensar a compra:
 
  • REGRA ZERO!: Teste muitas bicicletas antes de optar por um modelo.
     
  • REGRA n° 1: O barato sai caro e cansa fácil. Se a marca da bicicleta for apenas um adesivo colado ao quadro, pense bem no que vai fazer.
     
  • REGRA n° 2: custo x benefício é a pergunta e será a resposta.
     
  • REGRA n° 3: Poucos podem ter uma Ferrari, mas qualquer um pode comprar uma bicicleta decente.
     
    Bicicletas também estão sujeitas a Lei do Consumidor.
    Se for necessário, reclame! Ajude a melhorar o setor de bicicletas e a vida de todos ciclistas.

     

  •  
    Compre sua bicicleta em uma boa bicicletaria!
     
    Evite comprar sua bicicleta em um supermercado ou magazine. Só numa bicicletaria é possível encontrar um atendimento especializado, o que resulta em uma simples diferença: pedalar com prazer.
     
    Uma boa compra é trabalhoso, mas vale a pena
     
    1. antes de mais nada, converse com vários ciclistas experientes
     
    2. tenha claro qual o uso que será dado à bicicleta
     
    3. teste o maior número de bicicletas que puder
     
    4. faça uma pesquisa de mercado nas bicicletarias
     
    5. pense em gastar 10% a mais; nunca 10% a menos
     
    6. uma boa bicicletaria permite um breve teste
     
    7. bicicleta ruim é a primeira causa do desestímulo ao uso da bicicleta
     
    8. entre duas bicicletas semelhantes? a que tenha rodas melhores!
     
    9. exemplo: se o selim não agradar, negocie a troca com a bicicletaria
     
    A margem de lucro das bicicletarias costuma ser apertada, mas a qualidade de serviço não.
     

     
    Vale para todas as bicicletas
     
    Quadro e garfo:

     
    1. fundamental: o barato sai caro! o barato cansa! o barato quebra fácil! o barato não é seguro...
     
    2. a bicicleta mais bonita não é necessariamente a melhor.
     
    3. há uma bicicleta para cada uso.
     
    4. há uma modelo para cada ciclista.
     
    5. o que parece ser mais leve nem sempre é de fato mais leve.
     
    6. há um tamanho certo de bicicleta para cada ciclista.
     
    7. há uma geometria de quadro e garfo apropriada para cada ciclista.
     
    8. há diferentes tipos de tubos e materiais para construir o quadro.
     
    9. a única coisa que importa é a qualidade geral, a precisão.
     
    10. boa bicicleta permite ajustes finos
     
    11. cada bicicleta tem características próprias, como uma alma
     
    12. quanto melhor a suspensão, mais macio o acionamento
     
    13. quanto melhor a suspensão, menor a folga
     
    14. boa referência de qualidade de um quadro: o canote de selim deve subir e descer livre, sem arranhões
     
    Componentes:
     
    1. fundamental: o barato sai caro! o barato cansa! o barato quebra fácil!..
     
    2. o número de marchas não importa; importa a precisão
     
    3. o sistema de acionamento de marchas é o modelo que você preferir
     
    4. a marca dos componentes não importa - importa a qualidade
     
    5. dê preferência a componentes em alumínio forjado, pelo menos
     
    6. bons componentes permitem ajustes variados e precisos
     
    7. rodas: quanto mais leves e fortes, melhor
     
    8. aros: perfeitamente alinhados e sem trancos na frenagem
     
    9. pneu: leve, alinhado, que permita pressão alta
     
    10. câmara: se possível, leve e, que demore meses para murchar
     
    11. sistema de freio: acionamento gradual e poder de frenagem total
     
    12. pedal: opte pelo que lhe for mais cômodo
     

     
    Perguntas frequentes:
     
    As bicicletas são todas iguais?
    Absolutamente não! Mesmo que duas bicicletas sejam aparentemente iguais, mas originadas de fábricas diferentes, provavelmente têm um desempenho diferente.

  • Por que não vale a pena comprar uma bicicleta bem baratinha?
    Porque a baixa qualidade da bicicleta é uma das principais razões para o desestímulo de pedalar. Por isso há tantas bicicletas empoeiradas nas garagens.

  • E bicicleta usada?
    O problema de bicicleta usada é, principalmente, o estado das peças. Caso necessite muita troca, o negócio sairá mais caro que uma nova.

  • Como saber se uma bicicletaria é boa?
    Limpeza, ordem, produtos bem expostos, grande variedade de produtos, atenção do vendedor, respostas claras e precisas, possibilidade de pequeno teste da(s) bicicleta(s). Caso não possam atendê-lo prontamente no produto procurado, tentarão encontrá-lo ou indicarão o local adequado para a compra.
    Uma boa bicicletaria respeita a concorrência e não a encara como inimiga. Entre as melhores delas, há uma noção clara de que sua finalidade comercial é, antes de tudo, aumentar o número de ciclistas felizes. Negociante correto age com ética e não empurra qualquer produto somente para realizar uma venda.
     
  • página de entrada mapa do site contato vg.webmaster
    Escola de Bicicleta - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta página sem prévia autorização. Política do Site »