capítulo 13. cicloturismo  

   . antes de mais nada

   . para uma viagem

   » contato

   » início

   » mapa do site

    1. experimentar sem errar
    2. aprender a pedalar
    3. voltando a pedalar
    4. pedalar no trânsito
    5. pedalar melhor
    6. ir mais longe
    7. corpo
    8. saúde
    9. alimentação
  10. vestuário
  11. idosos e a bicicleta
  12. iniciar no esporte
  13. cicloturismo
  14. a história da bicicleta
  15. política e ativismo
  16. a bicicleta
  17. que bicicleta comprar
  18. segurança mecânica
  19. o cliente e a bicicletaria
  20. estacionamento e roubo
  21. equipamentos
  22. mecânica de bicicletas
  23. emergências do ciclista
  24. nossa equipe
  25. nossos serviços
  26. links
  27. livros e referências
  28. política do site
 

 
Cicloturismo é a melhor e mais tranqüila face de todas as opções oferecidas pela bicicleta. Pode ser um curto pedalar pela estradinha calma que liga o campo à cidade, ou uma longa e difícil viagem detalhadamente planejada, sempre representa um prazer especial.

O ciclista se encontra com cores, formas, cheiros, sons, natureza, detalhes e mais detalhes da paisagem. A bicicleta permite que o ambiente seja vivenciado. Já, na velocidade de qualquer veículo motorizado tudo vai passando, ficando para trás.

Não é necessário ser um ciclista experiente para fazer cicloturismo. Qualquer um pode fazê-lo. Basta ir com calma, respeitar os próprios limites, beber água e alimentar-se na hora certa e assim vencer pouco a pouco a distância.

No cicloturismo há sempre uma sensação de aventura, retorno à infância, mistura de liberdade e molecagem sadia. É um escapar da mesmice. Bicicletas são simples e revelam que a vida pode ser muito simples. Permitem uma viagem relativamente rápida e ainda assim relaxada; e a um preço muito, muito baixo.

E os problemas? Cansou? Quer voltar? Pegue uma carona ou enfia a bicicleta num ônibus. Quebrou a bicicleta? É fácil encontrar quem conserte bicicletas. Onde você vai dormir não tem garagem? Enfia a bicicleta dentro do quarto.

Há regras e limites, como para tudo. No cicloturismo é respeitar Leis de trânsito e meio ambiente, além e principalmente, respeitar as regras do bom senso e da boa convivência. Enfim, no cicloturismo até os problemas são simples de resolver.
Escolha a sua forma de cicloturismo e divirta-se.

A melhor viagem que fiz na vida foi quando saí de casa para uma simples pedalada, com a única idéia de diminuir as tensões, e acabei voltando quatro dias depois.
Bem distante de casa, tive o cuidado de avisar o meu pessoal e pronto. Estava vestido com roupa de ciclismo, óculos e capacete. Portava a carteira e o cartão.
Era só eu e minha bicicleta de estrada, mais água, uma câmara reserva, três espátulas e a bomba de pneu; e só.
Encontrei local simples e simpático para dormir. Comprei shorts e camiseta bem baratos, e lavei a roupa de ciclismo à noite. Durante o dia saía para pedalar nos arredores. Parava para almoçar prato feito.

Simples e maravilhosos dias!
 

antes de mais nada

 
Pedalar com segurança numa estrada:

  • pedalar em estrada é mais seguro que pedalar na cidade

  • pedalar em estrada só é perigoso para quem é irresponsável

  • evite estradas de grande movimento

  • pedale sempre no acostamento e na mão de direção da pista.

  • acidentes envolvendo ciclistas na contra-mão costumam ser fatais

  • a quase totalidade dos acidentes ocorre com o ciclista cruzando a estrada

  • é raro o ciclista sofrer acidente quando ele está pedalando no acostamento, a não ser em estradas muito saturadas.

  • lembre-se sempre que a diferença de velocidade entre o ciclista e os outros veículos é grande, mesmo em acessos ou saídas

  • cruze os acessos e saídas da estrada pelo caminho mais curto. Não fique no meio da pista.

  • no caso da falta de acostamento, pedale próximo a faixa branca da direita

  • boa parte dos acidentes acontecem ao nascer ou pôr do sol.

  • mantenha distância adequada do outro ciclista, principalmente nas descidas

  • sinalize suas intenções

  • são raros os assaltos à ciclistas em estradas

  • Polícia Rodoviária é cordial e prestativa. Caso necessário, peça ajuda

    Absolutamente indispensável

  • água, água, água!

  • cartão de débito ou de crédito

  • documento pessoal (cópia autenticada)
     
  • preparos para uma viagem

     
    Geral

  • qualidade do piso: asfalto, terra, cascalho...

  • topografia

  • ventos

  • condições climáticas

  • paradas de descanso

  • paradas para dormir

  • paradas para a alimentação

  • possíveis oficinas / bicicletarias

  • polícia / hospitais

  • outros

    Planejamento - cronograma de atividades pré partida

  • definir local

  • tempo total de duração

  • pesquisar mapa

  • conversar com seu médico mesmo que esteja bem: peça dicas

  • de onde para onde, pensando em evitar as estradas mais movimentadas

  • primeiros dias devem ser mais tranqüilos para o corpo se acostumar

  • cuidado com a topografia e os ventos

  • distância total/dia, distância total/parada

  • fazer estimativa de tempos

  • opções e variáveis

    Listar o necessário

  • segurança

  • seguro saúde, medicamentos necessários, outros

  • higiene pessoal

  • tipo de bagagem / equipamento

  • quantidade de bagagem

  • bicicleta necessária

  • revisão completa na bicicleta

  • revisão completa em todo o material de viagem

  • separar e deixar as roupas em perfeitas condições

    Teste preliminar à viagem

  • repassar passo a passo a organização do necessário

  • dobrar corretamente as roupas

  • guardar tudo

  • chegar à forma mais segura de amarrar / prender tudo

  • montar acessórios e equipamentos na bicicleta

  • distribuir pesos na bicicleta

  • testar a bicicleta em condições de viajem

  • desmontar tudo, verificando cada item

  • controlar peso total da bicicleta e bagagem

  • aliviar peso

  • repassar lista

  • deixar cópia de planejamento com alguém em casa

    Para qualquer viagem

  • água, água, água!

  • capacete que vista perfeitamente e seja bem ventilado; nunca qualquer um

  • óculos de proteção

  • bermuda e camisa de ciclismo

  • chapéu ou boné

  • corta vento / capa de chuva

  • telefone celular

  • protetor solar

  • papel higiênico

  • creme hidratante ou vaselina para as nádegas

    Boas opções para uma viagem longa

  • dê preferência por roupas que secam rápido e não amassam

  • dê preferência por tecidos técnicos: não retém suor e mantém a temperatura do corpo estável

  • pequena lanterna

  • plástico grosso de alta resistência (para forrar o chão, para se cobrir ou para embalar algo)

  • cobertor / cobertor tecido técnico - pouco espaço e muito leve

  • colchonete isolante térmico inflável, mesmo para dormir em hotel

    Preparo básico: cronograma de treinamento

  • pedalar mais vezes durante a semana

  • sempre começar qualquer pedalada devagar

  • aumentar gradualmente quilometragem semanal de pedal: nunca mais de 10%

  • acostumar-se a beber água sempre

  • aumentar gradualmente a carga de alongamento

  • dividir a semana em dias de pedal e dias de descanso

  • não pedalar sempre no mesmo local e da mesma forma: diversificar

  • não fazer treinos pesados em dias consecutivos

  • descansar um dia após um treino cansativo

  • dar um tempo para seu corpo se adaptar ao esforço

  • nunca levar o corpo a uma situação limite

  • tomar cuidado especial com a alimentação e o sono

  • está muito agitado ou muito cansado? Treinou demais. Pare uns dias

    Bagagem

  • as pessoas normalmente levam mais do que necessitam

  • lista prévia

  • separe, limpe e faça manutenção em toda a bagagem

  • quanto menos, melhor

  • menos ainda, muito melhor!

  • não esqueceu nada?

    Organizar a bagagem

    (separar tudo em cima de sua cama)

  • por categorias: roupa, tênis, material de higiene, medicamentos, ferramentas...

  • por local ou momento de uso

  • por necessidades

  • por prioridade

    Organizar bolsas ou alforjes

  • descobrir melhor forma de dobrar as roupas e outros em relação ao espaço da bolsa

  • repetir / treinar melhor forma de dobrar e acomodar na bolsa

  • de preferência embalar cada conjunto em saco plástico próprio

  • o que será usado só uma vez ao dia deve ficar no fundo

  • o que eventualmente será usado, no meio

  • os mais usados ficam mais à mão

  • procurar a posição de cada coisa que ocupe menos espaço

  • estabelecer ordem para saber onde está cada coisa

  • distribuir peso por igual nas duas bolsas (para melhor equilíbrio da bicicleta)

  • sempre guardar na mesma ordem

  • de preferência, tudo acomodado num saco plástico resistente do tamanho da bolsa

    A bicicleta - as mais apropriadas

  • touring bike: velozes, estáveis, confortáveis, completas, mágicas, caras, ideais para estradas asfaltadas (conforme o modelo, para estradas bem asfaltadas), mas enfrentam bem estradas de terra

  • híbridas: possibilidade de suspensão, confortáveis, relativamente velozes, posição do ciclista mais em pé, normalmente o quadro é projetado para receber bagageiros, pára-lama e gerador, opção de bicicletas completas; inúmeras opções de geometria / uso (cuidado), possibilidade de encontrar meio termo entre touring bike e mountain bike, normalmente mais baratas que uma touring bike.

  • mountain bike: para qualquer condição, relativamente lenta no asfalto, estável em todas condições, muitos modelos vem sem pontos de fixação para equipamentos

    Equipamentos

  • bagageiro traseiro (mínimo necessário)

  • bagageiro dianteiro (melhora equilíbrio da bicicleta)

  • corda elástica de boa qualidade / rede elástica

  • pára-lamas (longos)

  • gerador, farol e lanterna

  • bomba

  • kit completo de remendo para câmaras e pneus

  • câmaras de ar de reserva

  • ferramentas

  • sacos plásticos de vários tamanhos

  • fósforos

  • canivete completo

  • corda elástica

    Outros necessários

  • protetor solar

  • primeiros socorros - medicamentos básicos

  • capa de chuva

  • camisinhas para uso próprio e mecânico (sim! uso mecânico!)

  • talheres

  • prato / panela

    Montar a bagagem na bicicleta

  • distribuição equilibrada de pesos

  • manter bagagens e cordas elásticas longe de áreas cortantes

  • amarrar com firmeza para que nada se mexa

  • checar se as bagagens não travam ou tocam em partes móveis da bicicleta

  • nada pode encobrir refletores, farol ou lanterna

  • guardar boa distância para os tornozelos

  • testar

    Antes da viagem - MUITO IMPORTANTE

  • pedalar boa distância para acostumar-se à bicicleta pesada

  • soltar e prender a bagagem

  • checar equipamentos e outros

  • pedalar de novo para última checagem

    Saindo para a estrada

  • beba água antes de ficar com sede

  • faça que os primeiros dias sejam fáceis, tranqüilos

  • aumente a carga de pedalada gradativamente

  • pergunte-se sempre: para que a pressa?

  • tenha certeza de beber água potável

  • coma com disciplina

  • muita fruta

  • banana faz milagres contra cãibras

  • coma na sombra

  • descanse um pouco depois de comer

  • evite comidas pouco digestivas ou "perigosas"

  • parando para comer, volte ao ritmo normal de pedalar aos poucos

  • evite parar antes de uma subida forte, ou de uma serra

  • não tenha vergonha de descer da bicicleta e empurrá-la
     
  • capítulo 14: a história da bicicleta »
    Escola de Bicicleta - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta página sem prévia autorização. Política do Site »